vão, 2018

vão-limpo.png

VÃO (ou como discutir privilégios através de jogos de sorte e azar), é um díptico com dois labirintos paralelos, cada um com um caminho que compõe um jogo que se dá a partir de atravessamentos e encontros de corpos brancos e negros.

Ao se deparar com palavras simbólicas, como ‘origem’, ‘memória’ e ‘árvore genealógica’ pode-se realizar as diferenças dos confrontos impostos sobre esses corpos. A hegemonia é posta em questão quando as relações de poder se revelam através das trajetórias. A relação entre o campo da imagem e das pala- vras funde-se em um potencial simbólico de compreensão de um sistema político através do jogo.

serigrafia, bordado, colagem, tipografia,

pintura e desenho em tecido,

155 x 77 cm cada