bendito ofício 

〰️

práticas e aproximações entre palavra, imagem, educação e vida

2022

2021

2020

2019

2018

2017

Confluências poéticas, Casa Amèrica Catalunya, Barcelona, Espanha

Faculdad de traducción e interpretación, UAB, Barcelona, Espanha

Littéra Grrrlz, Antre.peaux, Bourges, França

Epistemologias e memórias situadas: da escuta à escrita, reflexões desde a prática, SISEM, São Paulo, Brasil

Encontro com artista (subjetividade e poéticas negras), Museu Afro Brasil, São Paulo, Brasil

Macrofonia!, Biblioteca Mário de Andrade, São Paulo, Brasil

Imagens hegemônicas x imagens decoloniais, Filexpandido, Salvador, Brasil

A palavra líquida, Sesc RJ, Rio de Janeiro, Brasil

Tramas do comum (10ª Mostra 3M de Arte) travessias e coletividades na cidade, São Paulo, Brasil

Literatura e outras artes, 2 gira, toda forma quer se abrir, UFBA, Salvador, Brasil

Gira de Literatura expandida, UFBA, Salvador, Brasil

Pensamento Preto contemporâneo Brasileiro, UFF, Rio de Janeiro, Brasil

O artista pesquisador, Escola Guignard, Belo Horizonte, Brasil

Preto no branco, Pós graduação Puc-rj, Rio de Janeiro, Brasil

Veiculo Sur_expansão, Brasil

O artista pesquisador, Escola Guignard, UEMG, Brasil

Baltic Circle, International Theatre Festival, Helsinki, Finlândia

Arte global, discurso decolonial (com Ana Letícia Fialho), Galeria Aura, São Paulo, Brasil

The Funambulist Podcast - Politics of Space and Bodies, Paris, França

Filexpandido - Festival de literatura expandida, Salvador, Brasil

AS poetas do pajeú, (Fundação de Cultura de Pernambuco), Pernambuco, Brasil

 

Sertão, Flip encontra panorama, MAM, São Paulo, Brasil

IX Semana Sinais na Arte, MAM, São Paulo, Brasil

Efetividade das artes para descolonização, Centro Cultural Tendal da Lapa, São Paulo, Brasil

Disputas e distorções narrativas, Ceça, Recife, Brasil

O circuito e a margem, Teatro Espanca, Belo Horizonte, Brasil

As poetas do pajeú, Imersão poética, Pernambuco, Brasil

Palavra Preta, Aparelha Luzia, São Paulo, Brasil

Com(artes), Sesc Cabo Branco, João Pessoa, Brasil

Confluências, Sesc Santo Amaro, Recife, Brasil

Quilombo do pensamento negro, UFRJ, Rio de Janeiro, Brasil

O negro como narrador, Centro de pesquisa e formação SESC, São Paulo, Brasil

 

Seminário Ebó Egé - Fórum Doc, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Como inundar navios, Sesc Porto Velho, Rondônia, Brasil

Poesia sob escombros, Aldeia das Artes, São Luís, Maranhão, Brasil

Poesia como paisagem, I FLIPOC, Poconé, Mato Grosso, Brasil

Os bastidores da criação, Goiânia, Brasil

Entre a pele preta e o cubo branco, Sesc João Pessoa, Paraíba, Brasil

Como ler basquiat?, performance poética no CCBB, Belo Horizonte, Brasil

Poesia e decolonialidade (com Ochy Curiel), Recife, Brasil

Afronta!, Canal Futura & Preta Portê Filmes, Brasil

 

DEScobrimento (com Zito Raul), Sesc Vila Mariana, São Paulo, Brasil

Diálogos ausentes, (com Oswaldo Carmargo), Itaú Cultural, São Paulo, Brasil

Poesia pra pixo, Paraguassu, Salvador, Brasil

〰️

publicações

2022

2016

2017

2010

2014

2009

No píer do peito [amargempress & Bendito Ofício]

Poesia pra Pixo [Bendito Ofício]

Meta [Bendito Ofício]

Meu corpo é um esconderijo [Ed.Penalux]

Prosa e Verbo [Ed.Bendito Ofício]

Para acabar com as obras primas ou sobretudo o verso [Universidade Estadual de Minas Gerais]

〰️

participação em publicações

2022

2021

2020

2019

Educação em rede: com(A)rtes: diálogos entre arte, educação e cultura

POESIA HOJE: NEGRA (org. Ricardo Aleixo), poesia.org

Cadernos de Campo, (com Vânia Medeiros), São Paulo, Brasil

O poema se chama política, Pernambuco, Brasil

 

What path leads to this ruin? - The Funambulist - Politics of Space and Bodies, Paris, França

Palavra amolada, Revista Miolo, EBA, UFBA, Bahia, Brasil

Revista Organismo, Bahia, Brasil (Curadoria Conceição Evaristo, Lívia Natália, Ricardo Aleixo e Evanilton Gonçalves)