marédematos
nuvem azul
nuvem vermelha
todo escritor

todo escritor quer acordar para um cotidiano de magia & quer dormir
para o desastre que nasce da padronização sistemática dos sentidos
todo escritor fez do amor a matéria a matriz a consolação & todo escritor
quer ser livro lido e princípio revolução